quinta-feira, 23 de maio de 2013

O jogo da vida acadêmica - versão 1.0


Dizem, não sei se é verdade, que em algum lugar, talvez no Brasil, há um homem feliz. Vladimir, ele com certeza não é um professor. Após tirar meu casaco de general, com minhas calças vermelhas emprestadas do Jards, e mesmo estando tão cansado (...mas não prá dizer, que eu não acredito mais na universidade) volto a escrever estas mal-traçadas. Com a contribuição de outros poucos desiludidos surrounded, segue uma modesta contribuição à vidinha sem graça acadêmica. Trata-se de um joguinho. É claro que, sendo sobre a universidade, é quase impossível chegar ao fim. Não sei se trapaceando, mas você encontrará uma maneira de, como disse um idiota qualquer, na sua interpretação, driblar as dificuldades e chegar ao fim. Ou não. Mas até lá, divirta-se, eu tento (feet in road, jack).


Thanks to pat for usefull sugestions.
Pode ser jogado usando o dado do cnpq, mas como ele é ambíguo na numeração (sem duplo sentido), pode causar mais confusão (hummm....).

Nenhum comentário: